Mensagens


O Elefante que perdeu sua Aliança de casamento - Uma História para Refletir

elefante perdeu aliancaA história do elefante que perdeu sua aliança de casamento é muito antiga, sendo transmitida de geração em geração. É uma história que promove uma importante reflexão. Leia com o coração e mente abertos para uma nova visão de vida.

Tudo começa em uma selva, muito distante, na qual morava um elefante jovem e bonito, que já estava na idade de encontrar uma companheira para se casar. No entanto, ainda não havia encontrado nenhuma parceira que realmente lhe tocasse o coração.

Ainda estava indeciso, até que, em uma tarde, encontrou com uma manada de elefantes que se aproximava de seu lar. No meio de todos os elefantes, tinha uma fêmea muito bonita, que o encantou à primeira vista.

O novo rebanho juntou-se ao dele e então ele se aproximou dela. Conforme conversavam, puderam perceber que tinham muito em comum e acabaram se apaixonando. Depois de alguns meses, informaram aos seus companheiros que se casariam.

Um casamento dos sonhos
Os dois se alegraram com a notícia, pois há tempos não celebravam uma união. Então, começaram-se os preparativos. As elefantas mais experientes foram contratadas para a organização da cerimônia, desde o enxoval até o cardápio. Já os elefantes machos começaram a construir o grande salão onde a união aconteceria.

Leia mais...
 
O amor mais livre

amor mais livreVersículo do dia: Eis que os céus e os céus dos céus são do SENHOR, teu Deus, a terra e tudo o que nela há. Tão-somente o SENHOR se afeiçoou a teus pais para os amar; a vós outros, descendentes deles, escolheu de todos os povos, como hoje se vê. (Deuteronômio 10.14-15)

O amor eletivo de Deus é absolutamente livre. É o gracioso transbordamento de sua ilimitada felicidade guiada por sua infinita sabedoria.

Deuteronômio 10.14-15 descreve o deleite que Deus teve na escolha de Israel dentre todos os povos da terra. Observe duas coisas.
Primeiro, observe o contraste entre os versículos 14 e 15. Por que Moisés descreve a eleição de Israel contra o pano de fundo da posse de Deus de todo o universo? Por que ele diz no versículo 14: “A Deus pertence tudo o que há no céu e na terra” e depois diz no versículo 15: “Tão-somente ele vos escolheu para ser seu povo”?

A razão parece ser livrar-se de qualquer noção de que Deus foi de alguma forma obrigado a escolher este povo. A ênfase é destruir o mito de que cada povo tem o seu próprio deus e que este deus tinha direito ao seu próprio povo, porém nada mais.

Leia mais...
 
Ressurreição

ressureicao“Assim que, daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne; e, ainda que também tenhamos conhecido a Cristo segundo a carne, contudo, já não o conhecemos desse modo. Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. (2 Coríntios 5.16,17)

O versículo 17 fala sobre transformação, que é a essência do Evangelho, mas não aparece na Bíblia como um texto isolado; ele está intimamente ligado ao versículo 16, que fala sobre conhecer a Cristo. Acredito que os dois assuntos estão vinculados entre si. Toda transformação experimentada pelo crente vem em função do conhecimento que ele tem de Jesus Cristo. Há dois diferentes níveis de conhecimento mencionados pelo apóstolo Paulo no versículo 16:

O conhecimento “segundo a carne”, que pertence à dimensão natural.

O conhecimento “de um outro modo”, que por ser diferente do primeiro, e mencionado em outros lugares da Bíblia, denominamos como “conhecimento espiritual”, ou ainda de “revelação”.

Paulo declara que a forma correta de se conhecer a Cristo é esta segunda. E depois de ter feito esta afirmação é que ele fala sobre o ser nova criatura, porque isto é uma conseqüência de se conhecer a Cristo “de um outro modo”.

Leia mais...
 
Conhecer a Deus

conhecer a deus“Assim que, daqui por diante, a ninguém conhecemos segundo a carne; e, ainda que também tenhamos conhecido a Cristo segundo a carne, contudo, já não o conhecemos desse modo. Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é: as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo”. (2 Coríntios 5.16,17)

O versículo 17 fala sobre transformação, que é a essência do Evangelho, mas não aparece na Bíblia como um texto isolado; ele está intimamente ligado ao versículo 16, que fala sobre conhecer a Cristo. Acredito que os dois assuntos estão vinculados entre si. Toda transformação experimentada pelo crente vem em função do conhecimento que ele tem de Jesus Cristo. Há dois diferentes níveis de conhecimento mencionados pelo apóstolo Paulo no versículo 16:

O conhecimento “segundo a carne”, que pertence à dimensão natural.

O conhecimento “de um outro modo”, que por ser diferente do primeiro, e mencionado em outros lugares da Bíblia, denominamos como “conhecimento espiritual”, ou ainda de “revelação”.

Leia mais...
 
Um resumo do evangelho em seis pontos

evangelhoBase Bíblica: Cristo morreu, uma única vez, pelos pecados, o justo pelos injustos, para conduzir-vos a Deus. (1 Pedro 3.18)
Aqui está um resumo do evangelho para ajudar você a entendê-lo e apreciá-lo!

1) Deus nos criou para sua glória.
“Trazei meus filhos de longe e minhas filhas, das extremidades da terra, a todos os que são chamados pelo meu nome, e os que criei para minha glória” (Isaías 43.6-7). Deus fez a todos nós à sua própria imagem para que pudéssemos manifestar, ou refletir, seu caráter e beleza moral.

2) Todo ser humano deve viver para a glória de Deus.
“Quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1 Coríntios 10.31). O caminho para viver para a glória de Deus é amá-lo (Mateus 22.37), confiar nele (Romanos 4.20), ser grato a ele (Salmo 50.23) e obedecê-lo (Mateus 5.16). Quando fazemos estas coisas, manifestamos a glória de Deus.

Leia mais...
 


Página 2 de 33

Versiculos

Salmos, 29:11 - O Senhor dá força ao seu povo; o Senhor abençoa com paz ao seu povo.

Visite-nos

Brasil - São Paulo - SP
Endereço: R. Nova dos Portugueses, 483
(proximo a estação do metro Santana)
Bairro:  Santa Teresinha
Fone: 2236-0720
Email: contato@igrejaplenadagraca.com