Mensagens


O Elefante Cadeado – Uma Parábola Para Refletir

elefante cadeadoQuando eu era pequena, adorava circos, e o que mais gostava nos circos eram animais.

Fiquei especialmente impressionado com o elefante que, como aprendi mais tarde, também era o animal preferido de outras crianças.
Durante a função, o enorme animal ostentava um peso, um tamanho e uma enorme força… mas depois de sua performance até pouco antes de retornar para o estágio, o elefante sempre permaneceu amarrado no chão com uma corrente aprisionando suas pernas.

No entanto, a estaca era apenas um pequeno pedaço de madeira mal enterrado alguns centímetros no chão. E, embora a corrente fosse grossa e poderosa, me pareceu óbvio que um animal capaz de arrancar uma árvore com a sua força poderia facilmente se libertar da estaca e fugir.

O mistério ainda parece óbvio para mim. O que impede o elefante de fugir então?

Quando eu tinha cinco ou seis anos, ainda confiava na sabedoria dos anciãos. Então perguntei a um professor, a um pai e a um tio sobre o mistério do elefante. Alguns deles me explicaram que o elefante não escapou porque foi treinado.

Então fiz a pergunta óbvia: “Se ele é treinado, por que está acorrentado?“
Não me lembro de ter recebido uma resposta coerente!

Leia mais...
 
Mesmo Contra sua Vontade

contra vontadeVersículo do dia: Entretanto, não ouviram a voz de seu pai, porque o SENHOR os queria matar. (1 Samuel 2.25)

Há três implicações desse texto para nossas vidas.

1) É possível pecar tanto e tão gravemente que o Senhor não concederá arrependimento.
É por isso que Paulo disse que, depois de todas as nossas súplicas e instrução, há “a expectativa de que Deus lhes conceda… o arrependimento”, não “lhes concederá… o arrependimento” (2 Timóteo 2.25). Há um “tarde demais” na vida de pecado. Como é dito sobre Esaú em Hebreus 12.17: “não achou lugar de arrependimento, embora, com lágrimas, o tivesse buscado”. Ele foi abandonado; ele não podia se arrepender.

Isso não significa que aqueles que verdadeiramente se arrependem, mesmo depois de uma vida inteira de pecado, não possam ser salvos. Eles certamente podem ser, e serão! Deus é maravilhosamente misericordioso. Testemunhe o ladrão na cruz: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no paraíso” (Lucas 23.43).

Leia mais...
 
Uma Carta de Deus

uma carta deusSe Deus pudesse te escrever um bilhete nesse início de semana acredito que essas seriam palavras que Ele te diria:
“Filho(a) todo início de semana é uma oportunidade de recomeçar, então recomece com mais fé, mais esperança, mais ânimo e mais sabedoria que na semana passada.

Coloque as suas EXPECTATIVAS em mim porque Você atrai o que você deseja e espera filho(a).
Seu medo atrai as coisas que você teme, mas sua Fé atrai os milagres que você precisa.
Lembra da mulher do fluxo de sangue?!

Ela disse: “Se eu for até Ele e tocá-lo eu serei curada.” Assim ela creu, assim ela fez e assim aconteceu.
Não coloque sua expectativa nas pessoas filho(a), não espere as derrotas que o mundo te faz acreditar que acontecerão.
Não olhe para suas condições, pois o milagre não é você quem vai fazer, SOU EU.

Coloque sua expectativa em mim pois eu acalmo o vento, que aquieto a fúria das ondas, dou vista aos cegos, liberto os cativos, perdôo pecados e digo que:”Aos homens existem coisas que são impossíveis, mas para Mim TUDO É POSSÍVEL.” Lc 1:37
A semana do seu milagre irá iniciar como uma semana qualquer, e porque não pode começar amanhã?!

Leia mais...
 
Ouça a voz do seu Pastor

voz pastorAs minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço.(João 10.27)

Jesus conhece aqueles que são dele. Que conhecimento é esse?
João 10.3 é um paralelo próximo ao versículo 27, que diz: “As ovelhas ouvem a sua voz, ele chama pelo nome as suas próprias ovelhas e as conduz para fora”.

Assim, quando Jesus diz: “Eu as conheço”, isso significa, no mínimo, que ele as conhece pelo nome; ou seja, as conhece individual e intimamente. Elas não são anônimas e perdidas no rebanho.

Os versículos 14-15 dão outra perspectiva: “Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem a mim, assim como o Pai me conhece a mim, e eu conheço o Pai”.

Existe uma semelhança real entre o modo como Jesus conhece seu Pai no céu e como ele conhece as suas ovelhas. Jesus vê a si mesmo no Pai, e vê a si mesmo em seus discípulos.

Até certo ponto, Jesus reconhece seu próprio caráter em seus discípulos. Ele vê a sua própria marca na ovelha.

Ele é como um marido à espera de sua esposa no aeroporto, observando à medida que cada pessoa desembarca do avião. Quando ela aparece, ele a conhece, reconhece suas feições, se deleita nela, ela é a única que ele abraça.

Leia mais...
 
Refrigério

refrigerioSe fostes ressuscitados juntamente com Cristo, buscai as coisas lá do alto, onde Cristo vive, assentado à direita de Deus. Pensai nas coisas lá do alto, não nas que são aqui da terra. (Colossenses 3.1-2)

Jesus Cristo é um refrigério. Apartar-se dele para um prazer sem Cristo faz a alma secar.
No início, pode parecer liberdade e diversão economizar em oração e negligenciar a Palavra. Mas, depois, pagamos com superficialidade, falta de poder, vulnerabilidade ao pecado, preocupação com trivialidades, relacionamentos superficiais e uma assustadora perda do interesse na adoração e nas coisas do Espírito.

Não deixe o verão fazer a sua alma murchar. Deus fez o verão como um antegozo do céu, não como um substituto.
Se o carteiro lhe traz uma carta de amor do seu noivo, não se apaixone pelo carteiro. Não se apaixone pelo anúncio do filme a ponto de ficar incapaz de amar a realidade que se aproxima.

Jesus Cristo é o centro revigorante do verão. Ele é preeminente em todas as coisas (Colossenses 1.18), incluindo férias, piqueniques, futebol, longas caminhadas e churrascos. Ele nos convida neste verão: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei” (Mateus 11.28).

Leia mais...
 


Página 2 de 34

Versiculos

Filipenses, 1:6 - Estou plenamente certo de que aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até o Dia de Cristo Jesus.

Visite-nos

Brasil - São Paulo - SP
Endereço: R. Nova dos Portugueses, 483
(proximo a estação do metro Santana)
Bairro:  Santa Teresinha
Fone: 2236-0720
Email: contato@igrejaplenadagraca.com